Blog da NatusVita

Termogênico Kemina – Seu aliado na queima de gordura corporal

Termogenico Kemina

1,3,7 Trimetilxantina Black

A cafeína é uma substância que apesar de não possuir valor nutricional, tem seu consumo muito popularizado entre os praticantes de atividade física e no meio esportivo, principalmente por estimular o sistema nervoso central. Seus efeitos ergogênicos sob a performance física e sob seus mecanismos fisiológicos que atuam na melhora da composição corporal, são os principais atributos relacionados com o consumo da cafeína.

Pensando em oferecer um produto com máxima dosagem de cafeína, em sua fórmula líquida e concentrada, Kemina é um excelente termogênico.

O Kemina pode ser usado antes da prática de atividade física, por estimular o sistema nervoso central oferecendo mais disposição e foco nos treinos. Para quem busca uma melhora na composição corporal, também pode aliar o Kemina com exercícios físicos.

Por que o termogênico Kemina pode contribuir para a melhora na composição corporal?

Ao aliar o consumo de cafeína, que é o principal ingrediente do Kemina, com a prática de exercício físico o resultado é um aumento da mobilização de ácidos graxos livres na corrente saguínea, fazendo com que ao invés de utilizar o carboidrato como fonte de energia, sejam utilizados os ácidos graxos que foram mobilizados dos estoques para o sangue. Ou seja, a gordura antes estocada no tecido adiposo passa a ser utilizada como fonte de energia. A queima dessa gordura consequentemente melhora a composição corporal além de poupar os estoques de glicogênio do corpo.

Mecanismos fisiológicos de ação deste Termogênico

Entenda melhor os efeitos exercidos pela cafeína no organismo:

Contração muscular: tecnicamente a cafeína reduz a sensibilidade e prolonga a duração do período ativo da contração muscular, por aumentar a liberação de Cálcio do retículo sarcoplasmático para o sarcoplasma e por inibir o mecanismo de recaptação de Cálcio por este retículo, tornando o íon Cálcio mais disponível para a contração muscular.

Quebra de gordura: A inibição da ação da enzima que é responsável pela degradação do mediador químico intracelular (adenosinamonofosfato – AMP cíclico) é feita pela cafeína aumentando assim o tempo de meia vida do AMP cíclico. Um aumento nas concentrações de AMP cíclico intracelular aumenta a lipólise (quebra de gordura).

Diurese: A cafeína produz um efeito diurético, pela concentração aumentada de catecolaminas plasmáticas, reduzindo a hidratação e aumentando o volume urinário durante e após o exercício prolongado, ou seja ela evita a retenção de líquido no organismo.

Diminuição da fadiga: A cafeína tem efeito sob o retardo do aparecimento da fadiga e esse fato está associado a um catabolismo aumentado dos triglicerídeos utilizando a gordura como fonte energética e reduzindo o uso de glicogênio muscular. Assim as reservas de energia se mantém.  A consequência disso é mais resistência e energia para a prática de exercícios físicos.

Aumento do gasto energético: A cafeína estimula a aumento da termogênese celular, aumentando o gasto energético em repouso por meio da degradação da gordura.

Termogênico Kemina – Estudos

Ryu e Colaboradores (2001) em seu estudo notaram um aumento da quebra e oxidação da gordura em ratos suplementados com cafeína (1 hr antes do treino).

No estudo de Essig e colaboradores (1980) encontraram uma economia de 42% na utilização do estoque de glicose no músculo e um aumento de 1,5 vezes na utilização dos triglicerídeos em mulheres praticantes de exercício e suplementados com cafeína.

Dray e Colaboradores (2007) encontraram uma ação da cafeína na redução do fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa), resultando em uma importante ação na diminuição da inflamação dos adipócitos, na obesidade.

Em um estudo de caso com uma voluntária do gênero feminino, 40 anos, com 63 kg, 1,58 m de altura, saudável, fumante, treinada, praticante de exercício aeróbico da modalidade Power Jump em uma academia de ginástica por três vezes na semana, há mais de um ano, foram observadas melhoras na composição corporal após a suplementação com cafeína conforme demonstrado da tabela abaixo:

Termogênico Resultados

Estratégias como o consumo de Kemina que por meio da cafeína estimulem o aumento da disponibilidade de ácidos graxos livres e sua oxidação com consequente preservação do glicogênio muscular (estoque de glicose) resultariam em um grande benefício para o desempenho no exercício físico, diminuindo a fadiga e como consequência melhorando a composição corporal.

Benefícios do Termogênico

Suplemento termogênico Kemina

Lembrando que toda e qualquer suplementação deve ser orientada por profissional nutricionista ou médico e; aliada à hábitos saudáveis de vida.

A Kemina é estimulante do sistema nervoso central, por isso, o seu consumo não deve exceder 2 cápsulas ao dia. Pessoas com hipertensão arterial e refluxo gástrico devem consultar um médico antes de consumi-la.

Onde Comprar o Termogênico Kemina?

Compre Termogênico Kemina clicando aqui!

Referências bibliográficas

FALCÃO, L. E. M. A cafeína pode ser utilizada em exercícios anaeróbicos? Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo, v. 10, n. 5 7, pp.335 – 342. Maio/Jun 2016.

VASCONCELOS, F. A; PINTO, R. M.; NAVARRO, F. Os potenciais efeitos da utilização da cafeína como recurso ergogênico nos esportes. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo, v. 1, n. 3, pp. 68-76. Maio/Junho 2007.

LIBERALI, A. P. Redução da gordura corporal em uma mulher praticante de power jump suplementada com cafeína: um estudo de caso. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo, v. 5, n. 26, p. 153-158. Março/Abril 2011.

Responder