Blog da NatusVita

O que é Ácido Hialurônico? Como funciona o Ácido Hialurônico

O que é Ácido Hialurônico

O ácido hialurônico já é bem conhecido da ciência. Foi isolado e identificado pela primeira vez em 1934 [1].

O que é ácido hialurônico?

O ácido hialurônico existe em todos os tecidos conjuntivos do corpo, incluindo a pele, fluidos articulares, vasos sanguíneos, cérebro, cartilagens, válvulas cardíacas e até no cordão umbilical. O volume total de ácido hialurônico no corpo é de cerca de 15g para um adulto com peso de 70 kg [2].

Para que serve o ácido hialurônico?

Os suplementos de ácido hialurônico são usados para tratar a dor nas articulações na Europa e América, enquanto que é conhecido como um hidratante para a pele, além de tratar a dor nas articulações no Japão [3,4]. Administrado via oral, o ácido hialurônico pode migrar até os tecidos conjuntivos, como a pele [5, 6].

Envelhecimento da Pele

O envelhecimento da pele é um processo multifatorial que consiste em dois mecanismos distintos e independentes: idade intrínseca (interior) e idade extrínseca (externa). A pele jovem conserva seu vigor, resiliência e flexibilidade, entre outros, devido ao seu alto conteúdo de água. As agressões externas diárias, além do processo normal de envelhecimento, provocam a perda de umidade da pele. A molécula chave envolvida na umidade da pele é o ácido hialurônico (HA) que tem capacidade única na retenção de água.

Este primeiro mecanismo, a idade intrínseca (interior) ou inata da pele, é um processo imprevenível, que afeta a pele no mesmo padrão que afeta todos os órgãos internos. O segundo é o envelhecimento extrínseco (externo), que é o resultado da exposição a fatores externos, principalmente a radiação ultravioleta (UV), que também é conhecida como fotoenvelhecimento [7]. O envelhecimento da pele no processo intrínseco é influenciado por alterações hormonais que ocorrem com a idade, como a diminuição gradual da produção de hormônios sexuais a partir de 25 anos e a diminuição dos estrogênios e progesterona associada à menopausa. Está bem estabelecido que a deficiência em estrogênios e andrógenos resulta em degradação do colágeno, secura, perda de elasticidade, atrofia epidérmica e enrugamento da pele [9].

Importância do Ácido Hialurônico

Assim, é notável a importância do Ácido Hialurônico para a pele. As funções de ácido hialurônico incluem: hidratação, lubrificação das articulações e capacidade de preenchimento de espaços[10]. A síntese de ácido hialurônico aumenta durante alguma lesão tecidual ou/e cicatrização de feridas [11,12,13], o ácido hialurônico regula vários aspectos do reparo tecidual, incluindo a ativação de células inflamatórias para aumentar a resposta imune [14,15] e a resposta à lesão de fibroblastos [16 , 17] e células epiteliais [18,19].

O ácido hialurônico é sintetizado por enzimas específicas (HAS) que são enzimas ligadas à membrana que sintetizam o ácido hialurônico na superfície interna da membrana plasmática [20] e, em seguida, é enviado (extrudido) através dos poros para formar as estruturas extracelulares na pele [21,22].

A alteração histoquímica mais dramática observada na pele em envelhecimento é o acentuado desaparecimento do ácido hialurônico epidérmico (camada mais superficial da pele, em contato com o exterior) [23].

Perda de ácido hialurônico e envelhecimento da pele

As razões para esta diminuição do ácido hialurônico com o avanço da idade ainda são desconhecidas. A síntese de ácido hialurônico na epiderme é influenciada pela derme subjacente e está sob controle diferente da síntese do Ácido Hialurônico dérmico [24,25]. Também foi relatada a redução progressiva do tamanho dos polímeros do ácido hialurônico na pele como resultado do envelhecimento [26].

Assim, a epiderme perde a molécula principal responsável pela ligação e retenção de moléculas de água, que é o ácido hialurônico, resultando em perda de umidade da pele. Em paralelo, ocorre também a progressiva perda do colágeno com a idade [24]. Estes fenômenos relacionados ao avanço da idade, contribuem para a aparente desidratação, atrofia e perda de elasticidade que caracteriza a pele envelhecida.

Exposição Solar e Envelhecimento da Pele

Algo que também deve ser citado, é que o envelhecimento prematuro da pele é o resultado da exposição repetitiva e prolongada à radiação solar UV [27,28]. Aproximadamente 80% do envelhecimento da pele facial é atribuído à exposição aos raios solares UV [29].

Suplemento em cápsulas para produção de Ácido Hialurônico

Suplementação para produção de Ácido Hialurônico

Uma das alternativas para estimular a produção de ácido hialurônico pelo corpo é o uso de suplementos, como o Pro-Hyaluronic da NatusVita, uma formulação que contém importantes substâncias que atuam em sinergia para prover ao organismo um ambiente onde estão disponíveis todos os ingredientes necessários para a produção do ácido hialurônico.

Onde comprar

Para comprar o Pro-Hyaluronic com 60 cápsulas, clique aqui!

Referências Bibliográficas

  • 1. Meyer K., Palmer J. W. The polysaccharide of the vitreous humor. The Journal of Biological Chemistry. 1934;107:629–634.
  • 2. Stern R. Hyaluronan catabolism: a new metabolic pathway. European Journal of Cell Biology. 2004;83(7):317–325. doi: 10.1078/0171-9335-00392.
  • 3. Sato T., Yoshida T., Kanemitsu T., et al. Clinical effect of hyaluronic acid diet for moisture content of dry skin. Aesthe Derma. 2007;17:33–395. (Jpn).
  • 4. Sato T., Sakamoto W., Odanaka W., et al. Clinical effect of hyaluronic acid diet for dry and rough skin. Aesthetic Dermatology. 2002;12:109–120.
  • 5. Laznicek M., Laznickova A., Cozikova D., Velebny V. Preclinical pharmacokinetics of radiolabelled hyaluronan. Pharmacological Reports. 2012;64(2):428–437. doi: 10.1016/S1734-1140(12)70784-3.
  • 6. Balogh L., Polyak A., Mathe D., Kiraly R., Thuroczy J., Terez M., Janoki G., Ting Y., Bucci L. R., Schauss A. G. Absorption, uptake and tissue affinity of high-molecular-weight hyaluronan after oral administration in rats and dogs. Journal of Agricultural and Food Chemistry. 2008;56(22):10582–10593. doi: 10.1021/jf8017029.
  • 7. Berneburg M, Trelles M, Friguet B, Ogden S, Esrefoglu M, Kaya G, et al. How best to halt and/or revert UV-induced skin ageing: strategies, facts and fiction. Exp Dermatol. 2008;17:228–40.
  • 8. Makrantonaki E, Adjaye J, Herwig R, Brink TC, Groth D, Hultschig C, et al. Age-specific hormonal decline is accompanied by transcriptional changes in human sebocytes in vitro. Aging Cell. 2006;5:331–44. doi: 10.1111/j.1474-9726.2006.00223.x.
  • 9. Brincat MP. Hormone replacement therapy and the skin. Maturitas 2000; 35:107–117. 9 Makrantonaki E, Zouboulis CC. Androgens and aging of the skin. Curr Opin Endocrinol Diabetes Obes. 2009;16:240–5.
  • 10. Toole BP. Hyaluronan: from extracellular glue to pericellular cue. Nat Rev Cancer. 2004;4:528–39. doi: 10.1038/nrc1391.
  • 11. Juhlin L. Hyaluronan in skin. J Intern Med. 1997;242:61–6. doi: 10.1046/j.1365-2796.1997.00175.x.
  • 12. Weigel PH, Fuller GM, LeBoeuf RD. A model for the role of hyaluronic acid and fibrin in the early events during the inflammatory response and wound healing. J Theor Biol. 1986;119:219–34. doi: 10.1016/S0022-5193(86)80076-5.
  • 13. Slevin M, Kumar S, Gaffney J. Angiogenic oligosaccharides of hyaluronan induce multiple signaling pathways affecting vascular endothelial cell mitogenic and wound healing responses. J Biol Chem. 2002;277:41046–59. doi: 10.1074/jbc.M109443200.
  • 14. McKee CM, Penno MB, Cowman M, Burdick MD, Strieter RM, Bao C, et al. Hyaluronan (HA) fragments induce chemokine gene expression in alveolar macrophages. The role of HA size and CD44. J Clin Invest. 1996;98:2403–13. doi: 10.1172/JCI119054.
  • 15. Teriete P, Banerji S, Noble M, Blundell CD, Wright AJ, Pickford AR, et al. Structure of the regulatory hyaluronan binding domain in the inflammatory leukocyte homing receptor CD44. Mol Cell. 2004;13:483–96. doi: 10.1016/S1097-2765(04)00080-2.
  • 16. Itano N, Atsumi F, Sawai T, Yamada Y, Miyaishi O, Senga T, et al. Abnormal accumulation of hyaluronan matrix diminishes contact inhibition of cell growth and promotes cell migration. Proc Natl Acad Sci U S A. 2002;99:3609–14. doi: 10.1073/pnas.052026799.
  • 17. Bai KJ, Spicer AP, Mascarenhas MM, Yu L, Ochoa CD, Garg HG, et al. The role of hyaluronan synthase 3 in ventilator-induced lung injury. Am J Respir Crit Care Med. 2005;172:92–8. doi: 10.1164/rccm.200405-652OC.
  • 18. Beck-Schimmer B, Oertli B, Pasch T, Wüthrich RP. Hyaluronan induces monocyte chemoattractant protein-1 expression in renal tubular epithelial cells. J Am Soc Nephrol. 1998;9:2283–90.
  • 19. Jiang D, Liang J, Li Y, Noble PW. The role of Toll-like receptors in non-infectious lung injury. Cell Res. 2006;16:693–701. doi: 10.1038/sj.cr.7310085.
  • 20. Prehm P. Hyaluronate is synthesized at plasma membranes. Biochem J. 1984;220:597–600.
  • 21. Prehm P. Release of hyaluronate from eukaryotic cells. Biochem J. 1990;267:185–9.
  • 22. Watanabe K, Yamaguchi Y. Molecular identification of a putative human hyaluronan synthase. J Biol Chem. 1996;271:22945–8. doi: 10.1074/jbc.271.38.22945.
  • 23. Meyer LJ, Stern R. Age-dependent changes of hyaluronan in human skin. J Invest Dermatol. 1994;102:385–9. doi: 10.1111/1523-1747.ep12371800.
  • 24. Stern R, Maibach HI. Hyaluronan in skin: aspects of aging and its pharmacologic modulation. Clin Dermatol. 2008;26:106–22. doi: 10.1016/j.clindermatol.2007.09.013.
  • 25. Stuhlmeier KM, Pollaschek C. Differential effect of transforming growth factor beta (TGF-beta) on the genes encoding hyaluronan synthases and utilization of the p38 MAPK pathway in TGF-beta-induced hyaluronan synthase 1 activation. J Biol Chem. 2004;279:8753–60. doi: 10.1074/jbc.M303945200.
  • 26. Longas MO, Russell CS, He XY. Evidence for structural changes in dermatan sulfate and hyaluronic acid with aging. Carbohydr Res. 1987;159:127–36. doi: 10.1016/S0008-6215(00)90010-7.
  • 27. Gilchrest BA. A review of skin ageing and its medical therapy. Br J Dermatol. 1996;135:867–75. doi: 10.1046/j.1365-2133.1996.d01-1088.x.
  • 28. Bernstein EF, Underhill CB, Hahn PJ, Brown DB, Uitto J. Chronic sun exposure alters both the content and distribution of dermal glycosaminoglycans. Br J Dermatol. 1996;135:255–62. doi: 10.1111/j.1365-2133.1996.tb01156.x.
  • 29. Uitto J. Understanding premature skin aging. N Engl J Med. 1997;337:1463–5. doi: 10.1056/NEJM199711133372011.

1 comment em

O que é Ácido Hialurônico? Como funciona o Ácido Hialurônico

  1. orquídeas em paletes
    2 de março de 2017 às 22:33 (2 anos ago)

    UAU, só o que eu estava procurando ρara. Vim аqui procurando por palavra-chave ɗᥱ %
    %

Responder