Blog da NatusVita

BCAA: O que é? Quais os benefícios?

bcaa 14

Musculação

O BCAA é um dos suplementos esportivos mais difundidos e conhecidos entre os praticantes de atividade física resistida. Por isso, hoje vamos tirar todas as dúvidas sobre o BCAA, para quem ainda está em dúvida se deve consumir, ou não.

Para entendermos sobre os BCAA’s precisamos começar pelo entendimento do que são os aminoácidos…

Aminoácidos

Aminoácidos são pequenas substâncias que compõem uma proteína. Portanto, para a formação de novas proteínas, é necessário que os aminoácidos estejam disponíveis no organismo em quantidades satisfatórias. Os aminoácidos são divididos em não essenciais, que são os que o organismo é capaz de produzir e os essenciais que não são produzidos pelo nosso organismo e devem ser supridos por meio da alimentação. Dentre os aminoácidos essenciais, destacam-se os de cadeia ramificada (BCAA): Leucina, Isoleucina e Valina.

bcaa 2

BCAA GOLD da NatusVita enriquecido com Vitamina B6

Os aminoácidos, inclusive o BCAA, são nutrientes extremamente importantes para o bom funcionamento do nosso organismo, pois, a partir deles são formadas as proteínas e outros compostos orgânicos, necessários para a formação de energia, hormônios, tecidos, músculos e estruturas sistêmicas.

BCAA – AMINOÁCIDOS DE CADEIA RAMIFICADA

O BCAA é um conjunto de aminoácidos essenciais, que precisam ser fornecidos por meio da alimentação, devido à sua síntese no organismo ser inadequada para satisfazer as necessidades metabólicas. O termo BCAA (Branch Chain Amino Acids) significa: aminoácidos de cadeia ramificada, sendo essa cadeia formada por concentrações variadas de três aminoácidos essenciais:

bcaa 8

Hipertrofia

LEUCINA

A Leucina é um dos aminoácidos do BCAA. Ela é responsável pela construção muscular, pela habilidade de ativar a proteína mTOR, que é fundamental no processo de formação de novas proteínas, que então induz a síntese proteica muscular via S6K. Paralelo à isso ela promove efeito inibitório sobre a taxa de degradação de proteínas. A Leucina que compõe o BCAA, também atua fornecendo os ingredientes necessários para produção de outros compostos bioquímicos essenciais ao corpo, os quais são utilizados para a produção de energia e estimulação do cérebro. Vários estudos e ensaios clínicos foram realizados com a Leucina, e todos obtiveram resultados satisfatórios sobre a eficácia do consumo de Leucina no aumento da síntese de proteínas e diminuição do catabolismo proteico.

bcaa 5

Fadiga durante o treino

ISOLEUCINA

Outro aminoácido que compõe o BCAA é a Isoleucina. Além de também induzir a síntese de proteínas musculares, a Isoleucina influencia na captação da glicose na célula muscular e potencializa o uso dessa glicose durante o exercício, resultando em maior energia e desempenho durante os treinos. Ela também ajuda na produção de outros compostos bioquímicos essenciais no corpo e estimulantes do cérebro. Estudos sugerem que dentre os aminoácidos do BCAA a Isoleucina é responsável pela estimulação da captação de glicose no músculo esquelético, o que pode contribuir para o efeito de diminuição da glicose plasmática.

VALINA

bcaa 15

Resistência e energia

A Valina é outro aminoácido do BCAA. A Valina é um aminoácido alifático, que está presente nas enzimas e proteínas. Possui estrutura e função semelhantes às da Leucina e da Isoleucina, ajudando a reparar tecidos, promover o crescimento normal e regular os níveis de açúcar no sangue. É extremamente importante para a produção de energia em nosso corpo. Além disso, a Valina, pode estar envolvida na regulação do sistema imunológico, sistema nervoso central e nas funções cognitivas.

Funções do BCAA

Apesar dos aminoácidos não serem considerados a principal fonte de energia para a construção muscular, o BCAA atua como importante fonte de energia para o músculo esquelético, durante períodos de estresse metabólico.
O sucesso da suplementação de BCAA se dá pela sua participação na produção de energia e na síntese de novas proteínas, que promove a construção e o crescimento muscular. Além disso, o BCAA pode ter efeito benéfico com relação à redução de lesões musculares, acelerando a sua recuperação.
Neste sentido, os aminoácidos presentes no BCAA ajudam na disponibilidade de energia para ser usada pelos músculos, evitando a fadiga e o catabolismo proteico, paralelamente promovendo a criação de novas proteínas e o ganho de massa muscular, ao passo que melhora o rendimento durante a realização do exercício.

Benefícios do BCAA:

bcaa 1

BCAA da NatusVita

• Auxiliam na liberação de energia;
• Auxiliam na hipertrofia muscular;
• Tem ação anticatabólica;
• Retardam a fadiga muscular;
• Diminuem a percepção de esforço;
• Melhoram a performance;
• Poupam os estoques de glicogênio
• Aumentam os estoques de glutamina, após exercício intenso, podendo fortalecer o sistema imunológico;
• Estimulam a síntese de novas proteínas;
• Aumentam a força e resistência muscular;
• Recuperam o músculo após o treino;

Por que suplementar o BCAA?

Se o aporte dos aminoácidos essenciais de cadeia ramificada os BCAAs não estiver sendo supridos por meio da alimentação, seja pelo motivo que for, a suplementação de BCAA pode ser indicada para melhorar a performance física.
O BCAA pode ser utilizado para aumentar seu rendimento durante o treino e após o treino para ajudar a evitar o catabolismo muscular e a repor o estoque de energia.

Lembrando que a prescrição de suplementação deve ser feita sempre por um profissional nutricionista.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

JÚNIOR, M.P. Aspectos atuais sobre aminoácidos de cadeia ramificada e seu efeito ergogênico no desempenho físico humano. Rev. Bras. Nutrição Esportiva. São Paulo, vol. 6, n. 36, p. 436-448. Novembro/Dezembro de 2012.

NABHOLZ, T.V. Nutrição Esportiva: Aspectos relacionados à suplementação nutricional. 1ª Ed. São Paulo: Sarvier. 2007.

DOI, M. et al. Isoleucine, a potent plasma glucose-lowering amino acid, stimulates glucose uptake in C2C12 myotubes. Biochem Biophvs Res Commum Vol. 26, n. 312 (4). Dezembro de 2003.
ESCOTT-STUMP, S.; MAHAN, L. K. Krause: Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. Rio de Janeiro: Elsevier, 12ª ed.2010.

JESUS, E.V.; SILVA, M.D.B. Suplemento alimentar como recurso ergogênico por praticantes de musculação em academias. Encontro de Educação Física e Áreas Afins Núcleo de Estudo e Pesquisa em Educação Física (NEPEF) / Departamento de Educação Física / UFPI 23, 24 e 25 de Outubro de 2008. Disponível em: <http://leg.ufpi.br/subsiteFiles/def/arquivos/files/SUPLEMENTO%20ALIMENTAR%20COMO%20RECURSO%20ERGOGENICO%20POR%20PRATICANTES%20DE%20MUSCULAO%20EM%20ACADEMIAS.pdf >. Acesso em: 30/10/2016.

BIESEK, S.; ALVES, L. A.; GUERRA, I. Estratégias de Nutrição e Suplementação no Esporte. Barueri, SP: Manole, 2005.

JÚNIOR, M.P. Aspectos atuais sobre aminoácidos de cadeia ramificada e seu efeito ergogênico no desempenho físico humano. Rev. Bras. Nutrição Esportiva. São Paulo, vol. 6, n. 36, p. 436-448. Novembro/Dezembro de 2012.

NORTON, L. E.; LAYMAN, D. K. Leucine Regulates Translation Iniciation of Protein Synthesis in Skeletal Muscle after Exercise. J. Nutr. v. 136, p. 533S- 537S, 2006.

ROGERO, M. M.; TIRAPEGUI, J. Aspectos atuais sobre aminoácidos de cadeia ramificada e exercício físico. Rev. Bras. Cienc. Farm. São Paulo. vol. 44, n. 4, pp. 563-575. Outubro/Dezembro de 2008.

1 Pingbacks & Trackbacks de

BCAA: O que é? Quais os benefícios?

Responder